robin-woodard

Brasil importa agrotóxicos proibidos na União Européia

terça-feira 26 de agosto de 2008 por Pierre

O agronegócio brasileiro pode ser responsável por alguns casos de câncer adquiridos pela população. Até julho deste ano, o país importou mais de seis mil toneladas de substâncias que foram proibidas nos países onde são produzidas. Tratam-se de componentes utilizados para fabricar agrotóxicos utilizados em culturas de 24 tipos de alimentos brasileiros, como frutas, verduras e grãos. A Organização Mundial de Saúde (OMS) alerta que além de câncer, esses produtos podem causar problemas no sistema nervoso e reprodutivo.

O agronegócio brasileiro pode ser responsável por alguns casos de câncer adquiridos pela população. Até julho deste ano, o país importou mais de seis mil toneladas de substâncias que foram proibidas nos países onde são produzidas. Tratam-se de componentes utilizados para fabricar agrotóxicos utilizados em culturas de 24 tipos de alimentos brasileiros, como frutas, verduras e grãos. A Organização Mundial de Saúde (OMS) alerta que além de câncer, esses produtos podem causar problemas no sistema nervoso e reprodutivo.

As substâncias foram importadas da União Européia (UE). A assessoria de imprensa da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) informou que, o processo de avaliação de periculosidade destas substâncias começou em 2006, época em que várias delas já haviam sido importadas da UE. No entanto, o trabalho de avaliação foi interrompido por ordem de um liminar expedida pela Justiça Federal de Brasília, em favor do Sindicato das Indústrias de Defensivos Agrícolas (Sindag). A Anvisa afirma que a decisão foi adotada sob pressão de interesses econômicos.

A Anvisa informou que essa venda de substâncias da UE é uma tática dos europeus de desovar em outros países como o Brasil, os estoques de produtos que foram proibidos dentro do bloco.

Diante da atual pressão do governo e dos alertas dados pela OMS, a Anvisa afirma que adotará atitudes para reavaliar o registro de nove substâncias. Elas fazem parte da composição de 99 agrotóxicos.

De São Paulo, da Radioagência NP, Juliano Domingues, 25/08/08.

Fonte


Página inicial | Contato | Mapa do site | | Estatísticas do site | Visitantes : 430 / 608513

Acompanhar a vida do site pt_br  Suivre la vie du site Monde  Suivre la vie du site Amériques  Acompanhar a vida do site Amérique Latine  Suivre la vie du site Brésil   ?    |    titre sites syndiques OPML   ?

Site realizado com SPIP 3.0.21 + AHUNTSIC

Creative Commons License